Testes clínicos da vacina contra Ébola devem começar em breve

Testes em humanos devem começar já em setembro
11 de agosto de 2014 - 10h11



Os testes clínicos para a criação de uma vacina contra o vírus Ébola devem começar em breve, de acordo com a fabricante de medicamentos britânica GlaxoSmithKline (GSK), que está a desenvolver o produto com cientistas norte-americanos.



O pior surto de Ébola do mundo já matou aproximadamente mil pessoas no Oeste africano e a doença poderá continuar a espalhar-se durante vários meses, se não for travada.



Até ao momento, não há cura provada ou vacina para prevenir a infeção pelo vírus Ébola e a escalada do surto atual levou a Organização Mundial de Saúde a declarar situação de emergência internacional.



A vacina esperimental da GSK já produziu resultados promissores em estudos com animais e deverá entrar na fase 1 de testes em humanos, dependendo apenas da aprovação da agência reguladora norte-americana.



Um porta-voz da empresa avançou no domingo (10.08) que os testes devem iniciar-se ainda "este ano", enquanto o parceiro norte-americano da GSK, o Instituto Nacional de Alergia e Infectologia, admite começar os testes no "outono [do Hemisfério Norte] de 2014", escreve a Reuters.



Por SAPO Saúde com agências
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários