Taxa de obesidade aumenta nos países em desenvolvimento

Uma em cada três pessoas no mundo tem excesso de peso, revela estudo

4 de janeiro de 2013 - 06h32

Mais de um em cada três adultos no mundo é obeso ou está acima do peso, indicou na sexta-feira um estudo britânico que observa uma explosão do fenómeno nos países em desenvolvimento. A mesma investigação apela aos governos para que tomem medidas para combater o problema.

O círculo de reflexão britânico The Overseas Development Institute, ressalta, em comunicado, que a percentagem de pessoas com um índice de massa corporal (IMC) superior a 25, limite além do qual as pessoas são consideradas acima do peso, aumentou de 23% para 34% entre 1980 e 2008.

No IMC, que é a relação entre a altura e o peso, um índice a partir de 30 é considerado como um sinal de obesidade.

Nos países em desenvolvimento, o número de pessoas acima do peso ou obesas quase quadruplicou entre 1980 e 2008, de 250 para 904 milhões de pessoas.

"O que mudou é que a maioria das pessoas acima do peso ou obesas estão agora nos países em desenvolvimento, ao invés de nos países desenvolvidos", diz o relatório.

Nos países de rendimento alto, a população com excesso de peso ou obesidade aumentou em 1,7 durante o mesmo período, passando de 321 para 557 milhões de pessoas.

Prevêm-se mais doenças

"Vamos assistir a um aumento global do número de pessoas com alguns tipos de cancro, diabetes, acidente vascular cerebral ou ataque cardíaco, o que representará uma enorme despesa para os sistemas de saúde públicos", alertou Steve Wiggins, um dos coordenadores do estudo.

Comentários