Milhares de pacientes de dentista convocados para análises clínicas em Inglaterra

Cerca de 22.000 pessoas foram convocadas em Inglaterra para fazerem análises ao sangue depois de terem sido tratadas numa clínica dentária em Nottinghamshire, encerrada por falta de higiene, revelou o Serviço Nacional de Saúde britânico.
créditos: AFP

As análises destinam-se a despistar possível infeção com HIV e Hepatite B e C dos cerca de 22.000 pacientes que foram observados e tratados pelo dentista Desmond D`Mello, numa clínica no norte de Inglaterra, encerrada em junho por deficiências nas condições clínicas e de higiene.

As autoridades britânicas estão ainda a investigar a morte de uma mulher, em agosto de 2013, pouco depois de ter recebido tratamento naquela clínica.

"Os investigadores querem saber se há alguma relação entre a morte [da jovem de 23 anos] e o tratamento dentário que recebeu", disse um porta-voz da polícia.

Para o Serviço Nacional de Saúde, a investigação demonstra que o médico não seguia "procedimentos aceitáveis de controlo das infeções".

Segundo a BBC, o médico alegadamente não lavava as mãos nem esterilizava os equipamentos e utensílios médicos entre cada consulta.

Por medida de precaução, as autoridades pediram aos pacientes da clínica para que se submetam a análises clínicas, ainda que considerem que o risco de infeção com aquelas doenças seja baixo.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários