Julho foi o mês mais quente de sempre

Os primeiros sete meses de 2015 foram os mais quentes desde que há registos.
créditos: Ana Gomes

O passado mês de julho foi o mês mais quente da história desde que se começaram a recolher dados em 1880, divulgou na quinta-feira a agência federal norte-americana para a Atmosfera e os Oceanos (NOAA, na sigla em Inglês).

A temperatura média global do mês de julho foi de 16.61 graus Celsius, de acordo com a NOAA. A mesma agência indicou que os primeiros sete meses de 2015 também foram os mais quentes da história recente.

Os números revela uma tendência preocupante, uma vez que o planeta continua a aquecer devido à utilização de combustíveis fósseis, indica a referida agência. O anterior máximo registado era de julho de 1998.

O verão de 2015 bateu recordes de temperatura em todo o mundo e superou até o de 2003, ano em que uma onda de calor provocou mais de 40 mil mortos na Europa.

Este ano, mais de duas mil pessoas morreram em países como a Índia e o Paquistão.

Os líderes mundiais vão reunir-se a 30 de novembro, em Paris, para tentar fechar um novo acordo climático que limitaria as emissões de co2 até 2020. Cientistas afirmam que, caso a situação não melhore, até o final do século as consequências poderão ser drásticas, como o aumento do nível do mar, ondas de calor, extinção de espécies animais e deterioramento da saúde humana.

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários