Japão confirma mais três casos de dengue

Nenhum dos doentes que contraiu dengue está em risco de vida

1 de setembro de 2014 - 11h20

Um surto de dengue no Japão, o primeiro desde a II Guerra Mundial, poderá ter afetado até 20 pessoas, informou hoje a imprensa, numa altura em que as autoridades confirmaram três novos casos.

Os novos casos, detetados em adolescentes ou jovens adultos na faixa etária dos 20 anos, poderão, segundo as autoridades, ter sido originados no parque Yoyogi em Tóquio, um dos maiores pulmões da metrópole e frequentado por residentes e turistas.

As autoridades realizaram ações de desinfestação no parque, utilizando cerca de 800 litros de pesticida.

Nenhum dos doentes que contraiu dengue está em risco de vida, disseram as autoridades.

A TV Asahi reportou que até 20 pessoas poderão ter sido infetadas.

A mais recente infeção da febre do dengue não importada remonta a 1945.

Anualmente são, no entanto, detetados cerca de 200 casos entre os japoneses que viajam para o exterior, sobretudo para o sudeste asiático.

A doença é propagada pelo mosquito da febre-amarela (Aedes aegypti) e mosquito tigre (Aedes albopictus) mas não se propaga de pessoa para pessoa, sendo comum nas áreas subtropicais da Ásia, América Latina e África.

A Organização Mundial de Saúde estima que entre 50 e 100 milhões de pessoas no mundo sejam infetadas todos os anos por dengue, doença para a qual não existe vacina ou antiviral efetivo e cujos sintomas são tratados com medicamentos para baixar a febre.

Por Lusa

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários