Infarmed selecionado pela ONU para testar medicamentos contra o VIH-Sida, malária e tuberculose

Projeto é financiado pelo Fundo Global das Nações Unidas
29 de agosto de 2014 - 11h22



A Autoridade do Medicamento portuguesa, o Infarmed, foi um dos quatro laboratórios selecionados a nível mundial para analisar medicamentos para o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), no âmbito do combate ao VIH-Sida, Tuberculose e Malária.



Segundo um comunidado do Infarmed, enviado à imprensa, o laboratório da Autoridade do Medicamento analisará fármacos destinados ao tratamento destas doenças para os gabinetes das Nações Unidas existentes em todo o mundo.



"Um dos objetivos deste programa das Nações Unidas, financiado pelo Fundo Global, é garantir o acesso a medicamentos de qualidade, eficazes e seguros, às populações dos países afetados por estas três pandemias", lê-se na nota.



Atualmente, encontram-se em curso financiamentos do Fundo Global em 26 países de África, Ásia, Europa, Médio Oriente e Américas.



"A seleção do Infarmed entre os laboratórios reconhecidos pelas Nações Unidas e pela Organização Mundial da Saúde demonstra que a competência técnica desta agência se encontra entre as melhores do mundo", acrescenta ainda o comunicado.



Por SAPO Saúde
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários