Infarmed aprova novo medicamento para cancro do pulmão

O objectivo é «aumentar a sobrevida e a qualidade de vida dos doentes, minimizando os sintomas».

A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) aprovou a utilização hospitalar do novo medicamento Pemetrexedo, destinado ao tratamento do cancro do pulmão.
Desde 2004 que o Pemetrexedo é utilizado no tratamento de segunda linha do cancro do pulmão. A partir de 2008 foi indicado no tratamento de primeira linha, tendo sido aprovado o seu uso na maioria dos países europeus.

Em Portugal, foi solicitada ao Infarmed autorização para o seu uso hospitalar. O aval foi concedido no início de Setembro.

O objectivo do tratamento do cancro do pulmão é «aumentar a sobrevida e aumentar a qualidade de vida dos doentes, minimizando os sintomas», segundo o divulgado em comunicado.

O presidente do Grupo de Estudos de Cancro do Pulmão, Fernando Barata, sublinha que Com a aprovação do Infarmed podemos hoje tratar os nossos doentes, com adenocarcinoma ou carcinoma de grandes células, em estádio avançado, com a melhor opção terapêutica e levá-los mais longe, e com melhor qualidade de vida».

«Estamos em presença de um fármaco que representa, sem dúvida, uma mais valia no tratamento em 1º linha do cancro do pulmão não escamoso, porque não só acrescenta sobrevida, como qualidade de vida nestes doentes, com reduzida toxicidade, o que revela a importância do seu uso no campo das terapêuticas personalizadas», afirmou Bárbara Parente, Directora de Serviço de Pneumologia do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho.

Fonte: Lusa

2010-10-21


Comentários