Grupo Mello compra terreno municipal em Lisboa para construir unidade de saúde

O grupo José de Mello Saúde comprou esta quinta-feira, em hasta pública, um terreno municipal na zona de Alcântara, Lisboa, por mais de 20 milhões de euros, no qual pretende vir a construir uma unidade de saúde.

A José de Mello Saúde, um dos principais grupos privados da área da saúde, foi o único a apresentar uma proposta em hasta pública, tendo adquirido o terreno, situado na Avenida 24 de Julho, por 20.350.001 euros, um euro acima do valor base estipulado pela Câmara Municipal de Lisboa.

O terreno em causa, conhecido como “triângulo dourado”, tem uma área de 20.763,48 metros quadrados e a sua alienação foi aprovada por maioria em dezembro pela Assembleia Municipal de Lisboa, com os votos contra do PSD, CDS-PP, MPT, PCP, PEV e BE e a abstenção do PAN.

O PSD foi um dos partidos que mais criticou a decisão do executivo, liderado por António Costa (PS), de alienar este terreno, considerando tratar-se de “uma grande farsa” e acusando a autarquia de estar a fazer uma “venda direta”.

No entanto, no final da sessão de hasta pública, realizada na sala de concursos do edifício central do município, no Campo Grande, em Lisboa, o diretor jurídico do grupo José de Mello Saúde, Rui Ramalhal, disse à agência Lusa que “todo o processo decorreu de forma transparente”.

Rui Ramalhal referiu ainda que é intenção do grupo construir no terreno adquirido uma unidade de saúde, mas escusou-se a adiantar mais pormenores.

Além deste terreno, foram também a hasta pública dois prédios urbanos, para os quais não houve propostas e nove frações de estacionamento no Largo da Boa Hora, adquiridos pela empresa Emparque.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários