Fraudes na saúde são superiores a 100 milhões de euros

Pelo menos 15 milhões são relativos a casos de fraude na prescrição de medicamentos
3 de abril de 2013 - 15h02



Ministro da Saúde esclareceu hoje que há vários casos em investigação de fraude na prescrição de medicamentos e em meios complementares de diagnóstico e terapêutica, correspondendo a uma verba “bastante superior” a 100 milhões de euros.



Os 25 milhões anunciados na terça-feira, em conferência de imprensa com a ministra da Justiça Paula Teixeira da Cruz, correspondem apenas aos casos “analisados nos últimos 12 meses”, explicou Paulo Macedo, hoje, na Comissão Parlamentar de Saúde.



O ministro acrescentou esta que há um “montante adicional” de 14 milhões de euros comunicado à Inspeção-geral das Atividades em Saúde e mais 39 milhões de euros que estão a ser analisados “internamente”. Destes, 15 milhões são relativos a casos suspeitos de fraude na prescrição de medicamentos e 23 milhões em meios complementares de diagnóstico e terapêutica.



SAPO Saúde com Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários