Falha em compromisso na Saúde leva vereador a renunciar ao PSD

O vereador do PSD na Câmara de Melgaço, Manuel Fernandes, anunciou ter requerido a desfiliação de militante partido, com efeitos imediatos, face à não abertura da Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) do concelho.
créditos: SXC/Woopidoo2

Em comunicado, Manuel Fernandes explicou que a decisão já foi comunicada, por carta, ao vice-presidente do partido, Marco António Costa.

"Já é certo que a UCCI de Melgaço não abre em 2015, não se concretizando, assim, o compromisso assumido pelo secretário Adjunto do Ministério da Saúde, Fernando Leal da Costa, a 29 de julho de 2014, em reunião realizada, em Lisboa. Tal compromisso suscitou, em mim e nos Melgacenses, enorme confiança que, afinal, saiu defraudada", lê na carta enviada ao partido.

A UCCI está concluída desde setembro de 2012 mas aguarda, desde então, a realização de protocolo que permita a sua entrada em funcionamento.

A sua criação foi protocolada a 08 de agosto de 2008 entre a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N) e a Câmara Municipal de Melgaço, no âmbito da requalificação dos serviços do Centro de Saúde local. Foi executada e paga pela Unidade Local de Saúde do Alto Minho, representando um investimento público de 1,5 milhões de euros.

Apesar de abandonar o partido, Manuel Fernandes garantiu que "continuará, porém, a cumprir o seu mandato de vereador, agora na qualidade de vereador independente".

Comentários