Estrutura molecular dá pistas sobre cancro e HIV

No futuro, a descoberta poderá ajudar a tratar ambas as doenças

Cientistas norte-americanos conseguiram criar uma imagem de uma importante molécula ligada à infecção pelo HIV e ao cancro, que poderá, no futuro, ajudar a tratar ambas as doenças.

Segundo a revista científica "Science", os investigadores recorreram à técnica de cristalografia de raio-X para determinar a estrutura da molécula CXCR4 e o seu mecanismo de acção.

A descoberta poderá abrir novos caminhos no desenvolvimento terapêutico, embora os autores sublinhem que é preciso aprofundar o conhecimento sobre o funcionamento da CXCR4.

Esta molécula insere-se numa família de proteínas designada por receptores acoplados à proteína G (GPCRs, na sigla inglesa), responsáveis pela transmissão de sinais do exterior das células para o seu interior. Ajudam a controlar praticamente todos os processos do organismo, incluindo o crescimento celular, a secreção hormonal e a activação do sistema imunitário.

Quando os sinais que activam o receptor não estão devidamente regulados, a CXCR4 pode estimular o crescimento e a metastização dos tumores. A imagem criada pelos investigadores poderá permitir “desenhar” novos compostos que regulem a actividade daquela molécula ou bloquear a entrada do HIV nas células, afirmam os investigadores.

2010-10-12

Comentários