Empresa chinesa vendia leite em pó com substâncias fora do prazo de validade

Produto era adulterado e vendido como se fosse para recém-nascidos
28 de março de 2013 - 15h34



Um executivo de uma empresa chinesa associada ao grupo suíço de alimentação Hero foi detido sob a acusação de ter adulterado leite em pó para bebés, indicou a rede de televisão nacional chinesa CCTV citada pela agência France Presse.



Os investigadores conbcluiram que a empresa Xile Lier misturava leite em pó importado com leite fora do prazo de validade, mudava os rótulos e enganava os consumidores apresentando o leite próprio para crianças mais velhas - que é mais barato - como leite para recém-nascidos.



Os escândalos ligados à indústria alimentar na China não param de aumentar. Em 2008, o uso massivo de produtos lácteos com melamina, uma substância que simula a presença de proteínas, provocou a morte de pelo menos seis bebés e causou doenças crónicas a outros 300 mil.



SAPO Saúde com AFP
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários