Custo de tratamentos em Portugal abaixo da média de oito países europeus

Preços dos medicamentos têm vindo a cair desde 2010, com poupança para Estado e utentes
7 de fevereiro de 2014 - 15h11



Os custos médios de tratamentos em Portugal estão abaixo da média de custos em países como Espanha, França, Eslováquia, Noruega, Itália, Reino Unido, Dinamarca e Eslovénia, segundo um estudo divulgado esta sexta-feira pela Autoridade do Medicamento (Infarmed).



Nos casos dos tratamentos que têm medicamentos disponíveis em todos os países e onde, por isso, é possível fazer uma comparação, verifica-se que em Portugal o custo por posologia média diária se encontra abaixo da média dos restantes oito países, avança o Jornal de Negócios com base no estudo do Infarmed. Nos restantes tratamentos, comparando apenas os preços nos países onde todos os medicamentos estão disponíveis, o custo do tratamento em Portugal é mais baixo do que a média dos restantes.



A Eslováquia é o país que apresenta preços mais baixos e por isso foi recentemente incluída na lista de países com os quais Portugal vai comparar este ano na revisão anual dos preços. Noruega e Itália é onde se praticam preços mais altos.



Preços em queda desde 2010



Portugal registou um decréscimo dos custos totais de tratamento nos quatro casos clínicos analisados, entre 2010 e 2014, com uma consequente diminuição de encargos, tanto para o Estado como para o doente. A diminuição dos preços variou entre 18,48% e os 51,22% para o Estado e 27,02% e 56,32% para o utente.



O Infarmed elenca algumas das razões que explicam essa quebra de preços, como a entrada no mercado de medicamentos genéricos comparticipados com preços mais baixos, as revisões anuais de preços de medicamentos de marca ocorridas desde 2010 até 2014 e; as alterações às regras de comparticipação de medicamentos genéricos.



Este ano, embora mais ligeira, haverá mais uma baixa de preços, informou já o ministro da Saúde.



SAPO Saúde
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários