Cidadão romeno posto em quarentena sob suspeita de Ébola

Ébola já matou quase mil pessoas
11 de agosto de 2014 - 10h00



Um cidadão romeno apresentou no domingo sintomas do vírus do Ébola e foi colocado em quarentena num hospital de doenças infecciosas de Bucareste.



Segundo fontes médicas, o homem de 51 anos, que voltou da Nigéria a 25 de julho, foi atendido no hospital de Ploiesti apresentando um quadro clínico de febre, diarreia com sangue e desidratação, informou o diretor do estabelecimento, Alexandru Baloi.



O paciente foi logo transferido para o principal hospital de doenças infecciosas de Bucareste, Matei Bals, sob suspeita de ter contraído o vírus Ébola.



Com 13 casos (confirmados, prováveis ou suspeitos), sendo que dois fatais, a Nigéria é o quarto país afetado pela epidemia, depois da Serra Leoa, Libéria e Guiné-Conacri.



Em oito meses, o Ébola matou quase mil pessoas, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar estado de emergência de saúde pública mundial.



Por SAPO Saúde com AFP
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários