China quer proibir tabaco em todos os estabelecimentos públicos

A China deverá estender a todas as cidades do país a proibição de fumar nos estabelecimentos públicos, depois do êxito da aplicação desta lei em Pequim, indicou um representante da Organização Mundial de Saúde.
créditos: AFP

“Algumas pessoas estavam céticas, mas a nova lei está a funcionar em Pequim”, assegurou o representante da OMS na China, Bernhard Schwartländer, numa conferência de imprensa para fazer o balanço da entrada em vigor da lei antitabaco.

Segundo o mesmo responsável, o êxito em Pequim fez com que muitas cidades da China queiram seguir o exemplo, estando já a ser criado um projeto de lei para estender a proibição a todo o país.

Em pouco mais de três meses após a aplicação da lei (01 de junho), as autoridades já arrecadaram quase 55 mil euros (54.8340 euros) em multas, sendo que 95% são provenientes de estabelecimentos (bares, restaurantes ou clubes noturnos), que permitiam de forma reiterada que os seus clientes fumassem.

A China é o país com mais fumadores no mundo, cerca de 300 milhões, e calcula-se que em cada ano cerca de um milhão morra devido a doenças relacionadas com o tabagismo.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários