Carne de cavalo encontrada em lotes de carne bovina em matadouro na Holanda

Empresa sob investigação terá agora que provar origem e conteúdo da carne
30 de janeiro de 2014 - 12h00
As autoridades sanitárias holandesas (NVWA) anunciaram, na quarta-feira, o bloqueio da distribuição de 690 toneladas de carne bovina provenientes de um matadouro, depois de terem sido encontrados vestígios de origem equina durante uma inspeção.
"Foi detetado DNA de cavalo em quatro lotes de cortes de carne bovina do matadouro", informou a NVWA, em comunicado, esclarecendo que a medida é "preventiva".
Na investigação, aberta depois de se constatar a irregularidade, também se descobriu que o matadouro, que fica em Dodewaard, comprou cavalos.
"Toda a carne que esteve armazenada em frigoríficos e arcas congeladoras permanecerá bloqueada até que a empresa prove o conteúdo e a origem da mesma", completa a nota da NVWA.
A empresa terá ainda que especificar a origem de todos os lotes de carne vendidos entre 1 de janeiro de 2012 e 23 de janeiro de 2014.
No ano passado, a NVWA pediu a detenção do comerciante holandês Willy Selten depois de ser apanhado a vender 300 toneladas de carne de cavalo como se fosse de vaca.
SAPO Saúde com AFP
artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários