Autoridade americana do medicamento aprova insulina inalável para diabéticos

Medicamento substitui injeções no controlo glicémico
8 de julho de 2014 - 15h23



A Agência de Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) aprovou a comercialização da insulina inalável Afrezza, um medicamento de ação rápida que substitui as injeções para o controlo glicémico em pessoas com diabetes.



O Afrezza é um medicamento em pó que se dissolve rapidamente quando atinge o pulmão, fornecendo insulina à corrente sanguínea. Um comunicado divulgado pela MannKind, laboratório que produz o medicamento, informa o sangue atinge os níveis apropriados de insulina entre 12 a 15 minutos após a administração do fármaco.



Porém, a FDA adverte: o medicamento deve ser utilizado em combinação com uma insulina de ação lenta em pacientes com diabetes tipo 1 e não é recomendado a pessoas que fumam ou tratam cetoacidose diabética.



Antes da aprovação, foram realizados testes com mais de 3 mil participantes, portadores de diabetes tipo 1 e tipo 2. Ainda não há previsão para a venda do medicamento na Europa.



A diabetes é uma doença que atinge cerca de 347 milhões de pessoas, segundo dados da Organização Mundial de Saúde. Se for controlada, não prejudica a qualidade de vida do paciente.



Por SAPO Saúde
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários