App permite monitorizar a dor depois de uma cirurgia em ambulatório

Aplicação regista níveis de dor e emite alertas para a toma dos medicamentos, entre outras funções
25 de junho de 2013 - 10h47



O Hospital Sousa Martins (HSM), na Guarda, é palco de um estudo que visa a monitorização da dor através de um sistema informático desenvolvido pela Universidade da Beira Interior (UBI) em parceria com o SAPO Labs, através do portal Meu Sapo Saúde.



O estudo piloto abrange utentes intervencionados em regime ambulatório.



O sistema é composto por uma aplicação instalada num smartphone disponibilizado aos utentes da Unidade de Cuidados Ambulatórios (UCA) do HSM.



A aplicação permite a consulta da prescrição definida pelo médico, para além de alertar através de um aviso sonoro para a necessidade de tomada de medicamentos de acordo com prescrição definida, solicitando ao mesmo tempo a introdução dos níveis de dor sentida, através de uma escala numérica.



Os dados obtidos são enviados para o portal Meu Sapo Saúde, permitindo a posterior consulta ao utente e aos profissionais de saúde responsáveis pela monitorização.



A monitorização de utentes é realizada ao longo de 5 dias.



Este piloto surge no âmbito do projeto Doctor Mobile, uma aplicação para dispositivos móveis (APP), cujo projeto se encontra em curso também na UBI e no HSM e que visa a monitorização de doentes com dor crónica.



SAPO Saúde
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários