Apoio à natalidade em Oliveira do Hospital contemplou 84 famílias em 2013

Apoio da autarquia é disponibilizado ao longo dos três primeiros anos de vida da criança
24 de abril de 2014 - 14h01



A Câmara de Oliveira do Hospital investiu 34 mil euros em 2013 no apoio à natalidade, no âmbito de um programa que beneficiou 84 famílias residentes no concelho.



No primeiro ano de vigência do Programa Municipal de Incentivo à Natalidade, foram apoiadas 84 crianças, das 124 que nasceram nesse período em Oliveira do Hospital, disse hoje à agência Lusa o vice-presidente da Câmara, Francisco Rolo.



O programa de incentivos “visa combater o despovoamento”, num município do interior do distrito de Coimbra que registou 127 nascimentos em 2012, a que se seguiu um decréscimo de 3,48 % da natalidade em 2013, adiantou o autarca.



O apoio da autarquia é disponibilizado ao longo dos três primeiros anos de vida da criança.



“Este incentivo constitui-se como um mecanismo de apoio às famílias económica e socialmente mais desfavorecidas (…). Esta é claramente uma medida de ação social dirigida a estimular a natalidade, mas também uma medida de apoio ao comércio e instituições locais, uma vez que o regulamento determina que o apoio seja atribuído contra recibo de montantes gastos especificamente, com a criança, na compra de bens e serviços em Oliveira do Hospital”, segundo uma nota da Câmara Municipal.



Tendo em conta a obrigatoriedade de reembolso de despesas no comércio local ou em entidades do concelho, como creches, “significa que foram aplicados 34.051,67 euros no comércio e serviços de Oliveira do Hospital”.



Além do apoio à natalidade, o programa de incentivos leva ainda em consideração “o atual contexto socioeconómico com que as famílias se debatem e que se traduz numa diminuição dos recursos financeiros disponíveis e aumento do desemprego, por via das políticas de austeridade”.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários