Águas balneares de Portugal tem excelente qualidade e estão acima da média comunitária, confirma estudo

A média europeia de excelências das águas balneares é de 78%
21 de maio de 2013 - 12h17



A maioria das águas balneares da União Europeia (78%) apresentam uma excelente qualidade, com Portugal acima desta média, e a quase totalidade (94%) cumpre as normas mínimas, segundo um relatório hoje divulgado em Bruxelas.



Um relatório da Agência Europeia do Ambiente, com dados de 2012, realça que Portugal é, com uma taxa de 87% (456 zonas balneares), um dois 10 Estados-membros que apresenta valores excelentes de qualidade das zonas balneares acima da média europeia.



O Luxemburgo e Chipre têm resultados de 100% de excelente qualidade da água em todas as suas zonas balneares, seguindo-se Malta (97%), Croácia (95%), Grécia (93%), Alemanha (88%), Portugal (87%), Itália (85%), Finlândia (83%) e Espanha (83%).



Em Portugal, foram identificadas 50 zonas balneares (9.5%) que cumprem as normas mínimas para a qualidade da água, abaixo dos 15,7% da média europeia.



A média europeia de 78% de excelente qualidade das águas balneares em 2012 é uma melhoria de 2% em relação ao ano anterior, refere ainda a agência.



Todos os anos, a Agência Europeia do Ambiente compila dados sobre as águas balneares recolhidos pelas autoridades locais em mais de 22 mil zonas balneares dos 27 Estados?Membros da União Europeia, da Croácia e da Suíça e mede os níveis de bactérias provenientes de esgotos e resíduos de explorações pecuárias.



Mais de dois terços das zonas balneares são praias marítimas, sendo o restante constituído por rios e lagos.



Lusa
artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários