O corpo agradece quando deixa de beber

Ainda que socialmente, a ingestão de álcool afeta o seu organismo, já para não falar da parte psicológica... ou acha que seria fácil não beber nenhuma bebida alcoólica durante um mês?

Mesmo que não se tenha o vício, provavelmente ia ser um pouco complicado evitar a cerveja com os petiscos ou um copo de vinho ao pé de uma lareira. Os benefícios são vários e vão desde a diminuição de gordura no fígado, do colesterol, dos níveis de ansiedade, emagrecer, melhora a qualidade do sono, aumenta a concentração, etc... Por isso, porque não experimentar no início de 2017? Com o excesso praticado, próprio do mês de dezembro, o mês de janeiro seria o ideal para uma pequena desintoxicação. Veja o quão pode beneficiar...

Emagrecer
Quantas vezes já tentou fazer dieta? Ora, se calhar a solução está em cortar no álcool. Mesmo que só ingira ao fim de semana, o corpo ainda se ressente à segunda e terça-feira, estando com os níveis de energia mais em baixo. Se decidir cortar pode contar com cerca de 2 a 4 kilos perdidos. Não obstante, irá ganhar mais auto estima e energia e diminuir os riscos de desenvolver doenças relacionadas com a tensão alta.

Índice glicémico
Dependendo da bebida que bebe habitualmente, a perda pode ir até 16%, ou seja, a probabilidade de desenvolver diabetes tipo 2 reduz. A cerveja, por exemplo, é fermentada à base de glicose e possui um alto grau de açúcar e um elevado índice calórico. Esta como algumas outras bebidas podem alterar os efeitos da insulina e desequilibrar os níveis de açúcar no sangue.

Colesterol
Este não costuma apresentar sintomas no entanto, é o principal responsável pelo entupimento dos vasos sanguíneos que pode dar origem a enfartes, doenças cardíacas, etc... a redução do consumo de álcool diminui até cerca de 5% o colesterol.

Gordura no fígado
O acumular de gordura no fígado é prejudicial e, tal como o colesterol, não está só ligada com o consumo de álcool, mas caso este seja excessivo, pode resultar numa cirrose e aí o dano no órgão é irreversível.

artigo do parceiro:

Comentários