Bebidas isotónicas são boas para hidratar?

A água é o elemento essencial para uma boa hidratação mas nos casos em que a prática de exercício físico é mais intensa pode ser insuficiente para manter o corpo saudável.

É comum ver, nas férias, durante uma visita por uma cidade, turistas suados, com aquele ar de quem esteve a correr a maratona e está prestes a cair de cansaço. Na maior parte das vezes, são sinais claros de desidratação. O corpo perdeu líquidos e sais minerais que, mesmo com o consumo de água, não são repostos.

O esforço de subir escadas de museus, palmilhar as ruas de uma cidade, durante horas, pode ser tão agressivo (no que diz respeito á hidratação) como uma prova de maratona.

O calor, a transpiração, provocam a perda de sais minerais essenciais para o organismo e a água, por si só, não tem a capacidade de os repor. Por essa razão, os desportistas profissionais, ou atletas que praticam desportos de maior duração e exigência física, ingerem bebidas isotónicas. ideais para reposição de líquidos e eletrólitos perdidos através do suor durante atividade física. Não confundir com bebidas energéticas.

De acordo com diversos estudos, as bebidas isotónicas são aconselhadas quando o esforço físico corresponde a uma perda de massa corporal acima de 2%. O que sucede, essencialmente, a quem pratica desportos de alta intensidade ou com durações superiores a uma hora.

Muitas vezes esquecemos que há atividades onde o corpo está a perder líquidos mas que, por não se tratar de um exercício físico no sentido literal do termo, muitos ignoram.

É comum ver a garrafa de água a acompanhar os turistas mas quem já passou por uma situação destas também sabe que a água parece saber sempre a pouco no que toca ao combate à sede. Além disso, a ingestão de grandes quantidades de água num curto espaço de tempo acaba também por aumentar a vontade de urinar. Contribuindo assim para a desidratação.

Geralmente, os especialistas recomendam a ingestão de pequenos goles de água em intervalos de 20 minutos, quando se pratica exercício físico. A recomendação é extensível a pessoas que se encontrem em ambientes quentes ou em locais com altitude elevada.

No entanto, a reposição de sais minerais e eletrólitos, deve ser feita através de sumos de fruta natural ou, em alternativa, bebidas isotónicas.

O estudo realizado pelos professores e investigadores da Universidade do Pais Vasco (UPV-EHU), Aritz Urdampilleta (da Faculdade de Ciências de AF e desporto) e Saioa Gómez-Zorita (Faculdade de Farmácia), demonstra que “as bebidas isotónicas devem hidratar, fornecer hidratos de carbono e sais minerais (especialmente sódio) e aumentar a absorção de água mediante uma combinação de sódio e açucares”.

Comentários