Jantar neolítico em pleno Alentejo

O complexo arqueológico dos Perdigões promove uma semana aberta a visitas e aposta na reprodução de uma cozinha pré-histórica num evento absolutamente original

Fica próximo de Reguengos de Monsaraz este antigo povoado com cerca de 5.500 anos que quer envolver o público nas suas descobertas. Promovida pela Era Arqueologia com o apoio da Herdade do Esporão e da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, a semana aberta ao público conta com visita às escavações e ao Museu dos Perdigões.

A partir das 19h00 de sexta-feira, 7 de agosto, será servido um Jantar Neolítico no Núcleo Histórico da Herdade do Esporão, uma experiência única que pretende reproduzir a cozinha pré-histórica a partir dos dados provenientes de escavações arqueológicas.

A ementa é composta por Carne com marisco em estrutura de cuvete (carne cortada em pedaços misturada com mexilhões, ameijoas, berbigão e lambujinha, cozinhada em estrutura de cuvete forrada a seixos de rio previamente aquecidos e coberta por pele de animal e folhas), Coelho na panela (coelho temperado com ervas, cozinhado com cogumelos e acompanhado com lentilhas cozidas em panela de barro neolítica), Coelho com mel e ervas (coelho na grelha de madeira sobre o fogo e barrado consecutivamente com mel e ervas até estar pronto), Peixe no barro (truta salmonada temperada com ervas aromáticas, enrolada em folhas largas e cozinhada sobre casca de árvore coberta com argila), Carne no espeto (naco de carne de vários quilos espetado em paus e cozinhado diretamente no fogo durante várias horas) e como acompanhamentos haverá frutos silvestres, frutos secos e infusões.

Durante o dia realizam-se dois ateliês sobre “A vida na Pré-história” no Núcleo Histórico da Herdade do Esporão. Às 10h00, no ateliê “Moldando a argila”, poderão ser experimentadas as técnicas utilizadas na Pré-história para a produção de recipientes cerâmicos, saber para que serviam e como eram utilizados. “Adornos Pré-históricos” é o tema do ateliê que decorre pelas 16h e que vai ensinar a todos os interessados como se produzem diversos adornos feitos com conchas, osso ou placas de xisto. Os participantes podem levar as peças que produzirem.

No sábado, dia 8 de agosto, decorre o Dia Aberto nos Perdigões. Os participantes podem visitar o complexo arqueológico às 9h30 e uma hora mais tarde a exposição na Torre do Esporão, onde podem ser apreciadas as peças encontradas nas escavações. Ao meio-dia haverá uma palestra sobre “Religião, animismo ou totemismo: aspetos das produções iconográficas dos Perdigões”, seguindo-se às 12h40 a visita às caves do Esporão. Da parte da tarde, pelas 16h, haverá demonstrações de talhe de pedra, pintura rupestre, trabalho em osso e produção de fogo.

artigo do parceiro:

Comentários