Há um chefe português na final de uma competição mundial de sushi no Japão

O Sushiman português, chefe Miguel Bértolo, apurou-se para a final da World Sushi Cup, competição que decorre em Tóquio, no Japão e que reúne dezenas de chefes de diferentes países.

Formado em artes plásticas e cozinha avançada, o chefe português concluiu com sucesso uma das etapas da prova e classificou-se para a fase final da World Sushi Cup, na capital japonesa, Tóquio. O primeiro desafio teve por base a abertura e corte de peixe, uma etapa muito importante para a posterior preparação e confeção de peças de sushi.

Com a representação, pela primeira vez, de um chefe português naquela que é uma das principais competições mundiais, no que diz respeito à arte de preparar e confecionar sushi, Miguel Bértolo faz parte dos 20 finalistas que a 25 de agosto enfrentam mais um desafio e disputar a final da prova.

Na competição estão presentes chefes de vários pontos do mundo, com um total de 30 participantes. Esta é a primeira edição do World Sushi Cup que conta com a presença de chefes portugueses.

Miguel Bértolo nasceu em Lisboa em 1978. Adquire conhecimentos com chefes de renome, especializando-se na “arte do sushi”, e certificado pela All Japan Sushi Association. É no Japão que consolida a sua posição na cozinha, com formação profissional em washoku (cozinha tradicional japonesa) na All Japan Sushi Academy Japanese cuisine com o Sensei Yamada Masamitsu e o chefe Fabio Ishizuka. Para além da certificação, firmou uma parceria com All Japan Sushi Academy (Japão) a fim de padronizar os métodos de ensino em Portugal na Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal (ACPP), nos cursos de cozinha japonesa e de criar um intercâmbio entre a cozinha japonesa e portuguesa em ambos os países.

A participação de Miguel Bértolo neste World Sushi Cup resulta do apoio da ACPP, MAKRO e Arroz Bom Sucesso.

artigo do parceiro:

Comentários