Doçaria de todo o pais num guloso fim-de-semana em Abrantes

Entre 23 e 25 de outubro, Abrantes vai receber doçaria, mel, licores e compotas de vários pontos do país. A 14ª Feira Nacional de Doçaria Tradicional conta ainda com oficinas e demonstrações culinárias à volta da temática.

Do programa destacam-se as oficinas de confeção das tradicionais broas fervidas para pais e filhos, na tarde de sábado, dia 24, a de compotas, na manhã desse mesmo dia. Em que além de ser mostrado aos participantes como se fazem, também serão dadas noções de como comercializar este produto.

A abrir o certame, na tarde de dia 23, haverá uma demonstração ao vivo pelo chefe Fernando Correia da confeção de Palha de Abrantes, o ícone da cidade. Na feira estão já confirmadas a presença de 30 expositores de doçaria, mel, licores e compotas provenientes de Felgueiras, Aveiro, Alcobaça, Caldas da Rainha, Óbidos, Torres Novas, Sertã, Ponte de Sôr, Portalegre, Évora, Abrantes, Constância, Lagoa, Cadaval e Sardoal, além das ilhas dos Açores e da Madeira.

O 3º Encontro de Música Tradicional Portuguesa, integrado neste evento, animará todos os dias o Mercado Criativo de Abrantes (antigo Mercado Municipal), com grupos da Batalha, de Monforte, Alter do Chão e Abrantes. No domingo, irá atuar o grupo de danças populares “A Companhia dos Alegres”.

Além da exposição do Palhinhas, que este ano trará trabalhos das escolas do concelho sobre a personagem animada da história da Palha de Abrantes, haverá uma mostra sobre “A arte de esculpir em casca de ovo” de Carlos Neves, considerado um dos melhores escultores do mundo neste tipo de material.

Já para os mais pequenos, na tarde de sábado, irá decorrer o espetáculo infantil “As receitas do chefe Luigi”, um teatro com magia e malabarismo. Também para as crianças, no recinto, existirão pinturas faciais e balões.

A Feira da Doçaria terá, também, atividades desportivas.

artigo do parceiro:

Comentários