Como poupar nas refeições do dia-a-dia

A DECO fez as contas e concluiu que é possível poupar algumas centenas de euros por mês, optando por realizar pequenas mudanças na alimentação. A mudança passa, essencialmente, por trocar refeições na rua, pelas caseiras.

De acordo com a DECO, “só em pequenas refeições (pequeno-almoço, refeição a meio da manhã e lanche) poupa quase 100,00 euros mensais se levar de casa para o trabalho, em vez de consumir fora”. O estudo da Deco avança, também, com propostas para as refeições principais: “Quanto ao almoço, quem tem microondas e frigorífico no escritório, esta é a oportunidade certa para começar a juntar as sobras do fim-de-semana e do jantar para o almoço do dia seguinte. Neste caso, obtém outros tantos 100,00 euros mensais de poupança”.

Contas feitas, “no pequeno-almoço, preparar o galão ou meia de leite e sandes de fiambre em casa permite-lhe poupar até 1,71 euros por dia (ou 8,55 euros nos 5 dias úteis da semana).

Segundo a DECO há que mudar hábitos: pôr de lado o café e o pastel de nata da pastelaria (caros, calóricos e pouco nutritivos) e optar por uma maçã trazida de casa. “Nos restantes dias, varie segundo a fruta da época. Faz bem à saúde e poupa 6,35 euros semanalmente”, sublinha a Deco..

Quando ao almoço no trabalho: “Pode não eliminar totalmente as refeições no restaurante, mas reduz algumas. Se optar por um hambúrguer com arroz e salada, por exemplo, e juntar uma clementina no final da refeição, poupa 4,84 euros (ou 24,20 euros por semana) face ao preço médio de um menu no restaurante (5,95 euros sem a fruta).

Na sua página, a Deco dá outros exemplos para esta mudança de hábitos alimentares.

artigo do parceiro:

Comentários