Desfile Miguel Vieira Man - Semi-tradicional || 43ª ModaLisboa – Legacy

O bem vestir é uma arte. Uma arte partilhada, feita a dois, por designer e cliente.

Um fato não é apenas um fato. É mais do que isso, é uma forma de estar na vida, do homem se mostrar ao mundo. E um bom fato é sinónimo de sucesso e imponência. A modernização da alfaiataria traz silhuetas mais contemporâneas e a inovação tecnológica dá origem a tecidos extraordinários e arrojados. Características que, aliadas, culminam num fato semi-tradicional de excelência.

O corte é irrepreensível, os ombros estruturados de forma impecável, as calças têm a altura milimetricamente perfeita e o forro personalizado com imagens de uma viagem por monumentos icónicos Portugueses. Mas algo não mudou com a evolução da alfaiataria: a personificação de estilo, elegância, luxo e perfeição devem estar sempre presentes.

Os tons focados nesta coleção masculina foram o branco nuvem, cru, cinza tempestade, azul etéreo e azul profundo, em estampados clássicos ou informais.  As silhuetas com ombros estruturados, jogos de cortes clean e slim fit são possíveis através do algodão e das puras lãs virgens, com modelagens semi-tradicionais.

De destacar os forros, personalizados com padrões digitais de imagens de uma viagem por monumentos icónicos Portugueses

Veja agora as imagens da coleção primavera/verão 2015.

artigo do parceiro:

Comentários