Fantasy Bra: o soutien milionário que os anjos da Victoria’s Secret desejam usar

Chama-se Fantasy Bra e, ano após ano, é um dos momentos altos do desfile da famosa marca de lingerie. A poucas semanas da transmissão do Victoria’s Secret Fashion Show, damos-lhe a conhecer a evolução e história por detrás daquele que é considerado um dos soutiens mais valiosos do mundo.

O The Million Dollar Miracle Bra foi o primeiro soutien milionário da Victoria’s Secret. A peça, criada em 1996, foi usada durante uma sessão fotográfica realizada no Mónaco antes do desfile que decorreu no Plaza Hotel, em Nova Iorque. Claudia Schiffer foi a primeira supermodelo a usar a peça composta por várias pedras preciosas e que custou cerca de 860 mil euros.

“Ela foi num carro blindado, e quando chegámos ao Hotel de Paris [Monte-Carlo], dois guardas armados saíram primeiro e o mundo enlouqueceu”, recordou Ed Razek, chief marketing officer da L. Brands, empresa detentora da Victoria's Secret, em entrevista à revista Elle sobre o momento.

Em 1997, Tyra Banks foi a primeira mulher afro-americana a usar a peça num desfile da marca que, a partir desse ano, se passou a realizar em outras cidades. Segundo o site espanhol Stylight, o The Diamond Dream Bra, avaliado em 2,5 milhões de euros, foi encomendado pela marca à joalharia Harry Winston e destacou-se por estar adornado com 93 pedras preciosas e um diamante de 42 quilates.

No ano seguinte a manequim checa Daniela Pestova foi a escolhida para usar o famoso soutien que contou com a assinatura de Janis Savitt. Foram necessárias 300 horas para finalizar o The Dream Angel Fantasy Bra composto por 77 quilates de rubis e 330 quilates de diamantes. O preço? 4,3 milhões de euros.

O desfile de 1999 é marcado pela estreia das modelos Heidi Klum e Gisele Bündchen. A manequim alemã, que durante 13 anos foi um dos anjos da marca de lingerie, foi a escolhida para usar o The Millennium Bra nesse ano. Incrustado com safiras e diamantes, o soutien estava avaliado em 8,6 milhões de euros. Recorde-se que Heidi Klum, que se retirou em 2010, é a mulher que, juntamente com Adriana Lima, mais vezes usou o Fantasy Bra. Ao todo foram três.

Em 2000 seguiu-se a vez de Gisele Bündchen que bateu recordes ao usar o Fantasy Bra mais caro na história da marca de lingerie. Intitulada The Red Hot Fantasy Bra (2000), a peça foi desenhada pela Victoria’s Secret e demorou 370 horas a ser concretizada. O soutien destacou-se pelos 300 quilates de rubis tailandeses, cujo preço se fixou nos 12,9 milhões de euros.

De acordo com o site High Snobiety, no ano seguinte o Fantasy Bra - que até ao momento aparecia religiosamente nas páginas do catálogo da Victoria’s Secret - saltou para as passerelles e passou a ser um dos momentos mais altos do desfile anual da marca de lingerie.

O desfile de 2002 ficou marcado pela mudança de emissora que transmitia o Victoria’s Secret Fashion Show e por um protesto da PETA. De acordo com a revista Elle, os ativistas da organização protetora dos animais invadiram a passerelle do evento no momento em que a modelo Gisele Bündchen desfilava. Nesse ano Karolina Kurkova usou um soutien incrustado com 1.150 rubis em forma de rosas e 1.600 esmeraldas em forma de folhas. O The Star of Victoria Fantasy Bra demorou 370 horas a ser concretizado.

Veja ainda: Victoria's Secret. A história da marca (e do desfile) de lingerie que foi criada por um homem 

Apesar de em 2004 o desfile ter sido cancelado devido à polémica atuação de Janet Jackson e Justin Timberlake no intervalo do Super Bowl, Tyra Banks foi novamente escolhida para usar, deste vez, o The Heavenly "70" Fantasy Bra avaliado em 8,6 milhões de euros. No ano seguinte, a manequim anunciou que se ia retirar das passerelles para se dedicar à sua carreira televisiva  tal como adiantou o Business Insider.

Recorde-se que todos os anos o Fantasy Bra é encomendado pela marca de lingerie a joalheiros de renome que, ao longo de vários meses, ficam encarregues de desenhar e criar a peça que depois será usada por um dos anjos que integra o desfile desse ano.

Após o Victoria’s Fashion Show, o soutien é colocado à venda. Se não for encontrado nenhum comprador, o Fantasy Bra é desmontado. Segundo o The Wall Street Journal, a empresa nunca chegou a vender nenhum dos Fantasy Bra fabricados até ao momento e cujo valor ronda vários milhões de euros.

O anjo Lais Ribeiro, que este ano vai desfilar com o soutien milionário, não conseguiu conter as lágrimas ao saber que tinha sido a escolhida pela marca americana.

Clique na galeria e veja os anjos com os diversos Fantasy Bras criados ao longo dos anos especialmente para o desfile da Victoria's Secret.

Comentários