Tratamentos com ácido hialurónico para as primeiras rugas

Aparecem do nada, de repente, quando ainda nem sequer são esperadas e não agradam. Saiba como pode ficar facilmente sem elas... durante algum tempo pelo menos!

Aquelas primeiras rugas que, até há pouco tempo, considerava atraentes começam a marcar-se cada vez mais mas o lifting não é ainda uma opção? Quer conservar ou recuperar a juventude da sua pele sem recorrer à cirurgia? O ácido hialurónico oferece-lhe um efeito rejuvenescedor imediato, preservando a sua expressão natural. As substâncias de preenchimento estão a fazer furor e converteram-se numa nova disciplina médica chamada mesoplastia.

É uma espécie de rejuvenescimento facial à base de substâncias injetáveis, uma técnica ambulatória que não requer hospitalização e, muitas vezes, nem sequer anestesia. Para além disso, estas substâncias não atuam como um corpo estranho no tecido cutâneo, não sendo por isso rejeitadas. E conseguem resultados semelhantes aos de uma cirurgia, mas sem cortes, nem cicatrizes e sem riscos pós-operatórios.

No caso do ácido hialurónico, acresce a vantagem de se tratar de uma substância que atua como factor estruturante e hidratante da pele, oferecendo uma ação preventiva antienvelhecimento. Ainda assim, o rejunescimento injectável deve ser feito com conta, peso e medida, ou seja, sob supervisão de um dermatologista ou cirurgião plástico. Veja abaixo algumas das mudanças verificadas em pacientes tratadas pelo cirurgião plástico Hélder Silvestre.

O que é afinal o ácido hialurónico?

«O ácido hialurónico é uma substância natural, presente no corpo humano, que atua como fator estruturante e hidratante dos tecidos (em particular da pele) e cuja produção diminui com o decorrer dos anos», explica o cirurgião plástico Hélder Silvestre. «O facto da sua presença diminuir com a idade é um dos fatores importantes na perda de hidratação e de elasticidade cutâneas».

Para prevenir e contrariar este efeito, pode-se recorrer ao ácido hialurónico de origem sintética. Segundo Hélder Silvestre, «a injeção deste produto nas rugas de expressão, para além de as atenuar, hidrata profundamente a pele, captando água, tornando-a mais flexível e radiosa». Para além disso, existe evidência científica, desde 2007, que a sua administração «estimula a síntese de fibras de colagénio, elemento fudamental para a manutenção da tonicidade cutânea, tornando a pele mais lisa e turgente».

O ácido hialurónico que se admninistra através de injeções (sintético) não não tem contraindicações, devido à sua semelhança com o que é produzido pela nossa pele. O risco de reacções adversas é mínimo.

Veja na página seguinte: Como funciona o tratamento

Comentários