Massagem na gravidez

Conheça os benefícios da massagem durante a gravidez

Existem muitos benefícios que uma massagem durante a gravidez pode proporcionar, tanto para a mãe como para o bebé. Ela pode reduzir significativamente o stress físico e a fadiga associada à gravidez, aliviar a ansiedade natural durante este tempo e ajudar a preparar o corpo e a mente para o parto.

Durante a gravidez a mulher sente-se especial, por ser um momento tão importante na vida. No entanto, e à medida que a gravidez evolui, aumentam também alguns dos desconfortos que lhe estão associados, nomeadamente dores de costas, má circulação, tensões, entre outros.

Para ajudar a alcançar o bem-estar indispensável nesta fase, os profissionais da área da beleza podem e devem aplicar massagens nas futuras mamãs.

Estas massagens devem ser específicas para grávidas, tendo em conta alguns aspectos importantes que vamos desvendar. Um ritual para grávida, deve aliar substâncias activas que, em sinergia, vão activar a circulação sanguínea e linfática, hidratando e refirmando a pele, conferindo ainda leveza às pernas.

Recomendações

- Não se deve fazer massagens no primeiro trimestre de gestação.

- Não se deve proceder à massagem se houver náuseas; febre; doenças contagiosas, de pele, de ossos ou musculares; sangramento vaginal; diarreia; lesões recentes ou se a cliente estiver de baixa em repouso.

- Deve-se obter a permissão do médico antes de fazer a massagem.

- Deve-se garantir a segurança de todos os produtos utilizados na massagem durante a gravidez.

- Deve consultar o médico em caso de: desidratação/vómitos, anemia, alguma dor persistente ou grave, má circulação ou suspeita de trombose venosa profunda.

- Não se deve trabalhar nos pontos de pressão entre o polegar e o indicador (ponto aspirina), no interior da perna abaixo do joelho e à volta dos tornozelos.

Saiba mais na próxima página

Sintomas da gravidez

- As náuseas (enjoo matinal) podem começar com menos de duas semanas de gravidez e podem durar todo o dia. Por norma desaparecem no segundo trimestre. „

- As dores de cabeça são comuns e podem ser causadas por alterações hormonais e físicas. „

- A congestão nasal é comum devido ao inchaço das membranas mucosas. „

- Muitas vezes, no início da gravidez há um aumento do volume do sangue e do tamanho do coração.

- O edema é comum devido a uma maior dificuldade no retorno linfático

Benefícios da massagem „

- Reduz a fadiga e aumenta a energia, estimulando a circulação e o sistema linfático.

- Provoca uma pressão arterial moderada.

- Alivia a tensão muscular. 

- Alivia a depressão ou a ansiedade que são muitas vezes causadas pelas alterações hormonais. „

- Promove uma imagem do corpo mais saudável e mais feliz à medida que as mudanças físicas ocorrem. „

- Após o parto, a massagem ajuda a nova mãe a recuperar forças e a aliviar o stress da sua nova condição.

Mudanças Físicas

- Existem seis ligamentos que são importantes para o corpo de uma mulher grávida: dois laterais, que se estendem do lado do útero para as paredes laterais da pélvis; dois redondos, a partir do útero para a zona inferior da área púbica, e dois uterossacrais, que ligam lateralmente a partir do recto a cada lado do útero.

- Estes ligamentos apoiam o feto em crescimento mas, mesmo assim, a curva lombar lordótica aumenta, o que provoca uma sobrecarga da parte inferior da coluna e um relaxamento da parte superior.
A maioria das grávidas fazem retenção de líquidos devido ao peso extra nas pernas, que compromete o fluxo linfático.

- TVP Trombose venosa profunda, ou TVP, refere-se à formação de coágulos sanguíneos nas veias profundas (femoral, ilíacas, safena). Como avaliar o risco
Com a cliente de costas e inclinada para a esquerda (com uma forma de apoio sob o quadril direito), palpar cada perna com ambas as mãos.

A massagem é o meio ideal para ajudar a relaxar, uma vez que estimula a libertação de endorfinas, proporcionando uma sensação de bem-estar.

Agradecimentos: Comfort Zone

artigo do parceiro:

Comentários