Injetáveis faciais que relaxam os músculos

Uma nova geração de substâncias tem vindo a conseguir o que muitos homens e mulheres pretendem, atenuar as marcas do envelhecimento. Saiba o que fazem e para que servem

Uma nova geração de substâncias injetáveis tem vindo a ganhar terreno nos últimos anos. Estes servem para relaxar alguns músculos da face, paralisando-os, com destaque para aqueles que são responsáveis pelo aspeto vincado das rugas e linhas de expressão da testa e da glabela (zona entre as sobrancelhas), bem como as peri-orbitais e do lábio superior. A aplicação destas substâncias injetáveis no organismo deve ser feita nos músculos considerados responsáveis pelas rugas e sulcos excessivos, após observação rigorosa da face a tratar.

Este tipo de procedimentos requer, por isso, um conhecimento profundo da anatomia das regiões onde será feita essa intervenção, estando nomeadamente dependente de uma avaliação prévia das condições gerais da pele, bem como sua mobilidade, mímica e possíveis contraturas no rosto. A toxina botulínica é a única substância aprovada para este tipo de aplicação médico-estética.

Trata-se de uma proteína, extraída da bactéria clostridium botulinum, que atua relaxando os músculos faciais que marcam as rugas de expressão. É comercializada sob diferentes nomes comerciais (Botox, o primeiro, é o mais conhecido) e, embora existam sete tipos de fórmulas, apenas o tipo A está aprovado para aplicação estética. Deve ser aplicada apenas nos músculos subcutâneos e não na própria pele.

Rugas de expressão apagadas ou suavizadas

O recurso a este tipo de injetáveis é um ótimo instrumento para apagar ou suavizar as rugas de expressão instaladas, impedindo, simultaneamente, que vão ficando mais marcadas. Tem também um efeito preventivo. Na maioria das vezes, é usada para corrigir as linhas de expressão do terço superior do rosto, nomeadamente na glabela (entre as sobrancelhas) e nas linhas da testa. Graças ao desenvolvimento de novas técnicas de infiltração, também se pode usar para revitalizar a pele ou corrigir rostos com ângulos muito marcados.

A duração dos efeitos desta substância situa-se entre três e seis meses, dependendo da força muscular de cada pessoa. No entanto, na primeira aplicação a duração tende a ser menor. Já nas seguintes, o efeito prolonga-se um pouco mais. Caso o resultado não seja o desejado, os seus efeitos podem ser atenuados pela contração muscular feita com ginástica facial.

No que diz respeito a custos, estes rondam, em média, os 250 € e 650 €, dependendo das zonas a aplicar e dos honorários da clínica/médico. A aplicação deve ser feita nos músculos considerados responsáveis pelas rugas e sulcos excessivos, após observação rigorosa da face a tratar, nomeadamente as condições gerais da pele, bem como sua mobilidade, mímica e contraturas. Requer, por isso, um conhecimento profundo da anatomia das regiões a tratar.

Texto: Mariana Correia de Barros

artigo do parceiro:

Comentários