O que fazer quando os glúteos são (quase) inexistentes

O que muitas mulheres têm a mais outras têm a menos, como sucede com Victoria Beckham e Miley Cyrus. Conheça os gestos a empreender para que cresçam e apareçam

Victoria Beckham e Miley Cyrus até podem ter muita coisa mas um rabo firme, volumoso e definido é que não. É também esse o seu caso? Saiba que existe solução. O melhor truque para estimular uns glúteos escondidos, digamos assim, é endurecê-los o máximo que conseguir. Para rabos impercetíveis, as minissaias são a opção ideal e, quanto mais volumosas (com pregas, esvoaçantes, franzidos e por aí fora) melhor, já que proporcionam o volume que não têm.

Independentemente de recorrer a esse tipo de roupa, pode tirar ainda partido de uma ajuda extra. Suba e desça escadas sempre que for possível. Desta forma, garante uma tonificação extra aos glúteos. Esqueça o elevador e as escadas rolantes e redobre os cuidados com a alimentação. A melhor dieta para mulheres com pouco rabo é aquela que é rica em proteínas. Mas proteínas de boa qualidade, como é o caso das carnes magras, dos peixes e dos ovos.

No que se refere a hábitos alimentares, ponha de lado as proteínas provenientes dos enchidos e dos produtos de charcutaria em geral. Para potenciar resultados, existem ainda no mercado produtos como o Lait Sublimateur Hydratation et Fermeté de Chanel, com uma fórmula hidratante e refirmante, com um extrato vegetal exclusivo que ajuda a dar firmeza e tonicidade à pele, tornando-a mais elástica e com uma aparência mais luminosa.

Outra das opções é a Crème Fondante Raffermissante da linha Nuxe Body. Sucesso de vendas em França, a sua fórmula proporciona uma dupla ação de firmeza e anti-idade. Tem um efeito tonificante imediato graças ao duo de mimosa-do-brasil e extrato de aveia, com um efeito refirmante garantido pela kigelia-africana e flocos de centeio que reforçam a estrutura cutânea. A sua textura cremosa deixa a pele tonificada, firme e suave.

Texto: Joana Martinho com Luis Batista Gonçalves (edição internet)

artigo do parceiro:

Comentários