Conduzir faz mal à pele

Guiar é um dos fatores prejudiciais mas beber pela garrafa também não é bom

Hidratar e nutrir bem a pele ou aplicar um creme antirrugas regularmente não chega.

Passamos a vida preocupadas em escapar ao envelhecimento cutâneo e, contudo, nem nos damos conta de que alguns dos maiores sabotadores da nossa beleza são comportamentos no nosso dia a dia que levamos a cabo diariamente, completamente alheadas do mal que nos podem fazer.

Já se sabia que fumo, o tabaco e a poluição não são nada bons para a pele, agora que conduzir, beber água pela garrafa e ingerir demasiado açúcar também eram nocivos para a epiderme, isso é que já é novidade!

Guiar

Os especialistas observam mais rugas e manchas no lado esquerdo do rosto e das mãos das mulheres por causa da sua maior exposição à radiação solar, enquanto conduzem. Por isso, durante o dia, aplique sempre um FPS 30, antes de sair de casa. Desloque a pala do carro para o lado esquerdo e use mangas compridas e luvas.

Beber água pela garrafa

Faz com que franza os lábios, tal como quando fuma, provocando rugas verticais na zona da boca, o tão temido código de barras. Para evitar esta situação, esqueça as garrafas com gargalos pequenos (especialmente os tipo chucha, como nas garrafas de desporto), bem como as palhinhas. Beba por um copo ou caneca.

Comer demasiado açúcar

Na corrente sanguínea, o açúcar agarra-se às proteínas, formando moléculas que danificam as fibras de colagénio, responsáveis por dar firmeza e elasticidade à pele. Assim, não deixe que o açúcar que ingere diariamente ultrapasse os 100/150 gramas (de 6 a 9 colheres de chá).

artigo do parceiro:

Comentários