Já pensou casar na praia?

São muitos os casais que vêm nas ondas e na areia o local perfeito para celebrarem o seu amor. Organizar um casamento na praia não é tarefa fácil e nós explicamos porquê.

Casar numa praia não significa gastar menos dinheiro, antes pelo contrário. Se o vosso objetivo era esse - o de poupar recursos e minimizar despesas - tenham atenção aos seguintes detalhes e pormenores:

1. A roupa:

Noivos e convidados devem estar vestidos a rigor. Ora, se o casamento se celebra numa praia não se espera que a noiva vá de vestido tradicional, nem que o noivo surja de fraque ou de fato e gravata. Este cenário não se conjuga com o resto da paisagem. Saltos altos e oxford shoes são para esquecer, o que não quer dizer que se possa calçar e vestir qualquer coisa. Noivo e noiva devem estar coordenados e usar o mesmo estilo de roupa. Se ele for informal acompanhe-o na escolha, e vice versa.

2. Os convidados:

Quando enviarem os convites mencionem o local da cerimónia e o estilo de roupa pretendido de forma concisa e precisa . Não é uma festa de praia, é um casamento na praia. Considere ainda oferecer aos seus convidados uns "welcome bags" em cada uma das cadeiras com produtos essenciais tais com protetor solar, leque e garrafa de água, por exemplo. Pense ainda em colocar na entrada da cerimónia um bengaleiro para sapatos, onde todos possam trocar o que têm calçado por chinelos, ficando desta forma muito mais confortáveis para enfrentar a areia.

3. A cerimónia:

Um casamento ao ar livre com mais de 40 pessoas precisa de amplificação de som. Certifique-se que tem este item tratado, ou então corre o risco de a maioria dos seus convidados não ouvir o que tem para dizer.

4. Mantenha os convidados entretidos:

Considere ter um bar de apoio junto à cerimónia na praia. Águas, sumos e algumas coisas leves para petiscar são essenciais. O calor da praia, o tempo de espera e atrasos podem criar alguma inquietação nos convidados. Desta forma tem tudo controlado

5. Prepare-se para as condições climatéricas:

Hoje em dia nunca se sabe quando é que o tempo vai mudar, pelo que o melhor é estar prevenido. Se tiver programas (missais) o melhor é ter alguém a distribuí-los no momento em que os convidados chegam e já estão sentados. Colocá-los em cima das cadeiras apenas irá aumentar o risco de que os mesmos ganhem vida própria e comecem a voar.

Depois disto é escolher o local. Portugal tem praias lindas de Norte a Sul que servem de cenário perfeito a qualquer casamento. É preciso é que não meta água!

Quiosque do Ken

artigo do parceiro:

Comentários