Automaquilhagem

Para além de uma óptima forma de melhorar o visual, aprender a maquilhar-se é um excelente exercício para aumentar a auto-estima.

A escolha de bons produtos e o seu uso adequado é meio caminho andado para um resultado final perfeito. Em cada estação surgem novas propostas que devem servir como nuances inspiradoras e aplicadas de acordo com a personalidade de cada um. Para completar uma maquilhagem perfeita, saiba quais as tendências para cabelos brilhantes e bem cuidados.

Em frente a um espelho preste atenção aos detalhes do seu rosto. Consciencialize-se da beleza das suas formas, determine os seus pontos fortes, por fim, use a maquilhagem para valorizá-los. Ao ver o resultado vai sentir-se mais confiante e independente.

Deixamos os trabalhos sofisticados para os profissionais, porque é bom ser¬mos mimadas, mas sabemos que está nas nossas mãos valorizar-nos diariamente com gestos simples. Os cosméticos e a maquilhagem podem ajudar, mas o estado do seu cabelo é igualmente importante.

Cada vez mais as pessoas definem-se pelo cabelo, seja pelo corte, pelo penteado, ou mesmo pela cor, todos os aspectos ajudam a melhorar a auto-estima. Alie uma boa maquilhagem ao corte de cabelo ideal para si e sinta-se bonita.

Irradiar beleza
Com uma boa maquilhagem consegue-se realçar os pontos fortes, esconder imperfeições e fazer com que nos sintamos melhor. Conseguir um look bonito e simples não é complicado, basta seguir os conselhos de um profissional.

Segundo Juscelino Dutra, maquilhador e formador em maquilhagem, a automaquilhagem é simples, "basta realizá-la etapa por etapa, numa ordem bem exacta, para estar mais segura".

● Base
Assim, para conseguir uma boa maquilhagem deve começar com a aplicação da base, "com uma esponja humedecida aplique a base com leves toques em todo o rosto, uniformizando o tom da pele. Procure escolher uma tonalidade o mais aproximada possível do seu tom natural, não tente bronzear a pele com a base", refere o técnico.

Saiba mais na próxima página

Para que a pele fique perfeita é neces¬sário corrigir certos pormenores com um corrector, segundo o maquilhador "as olheiras devem ser sempre corrigidas depois da aplicação da base. O corrector deve ser aplicado com as pontas dos dedos por baixo dos olhos, de preferência com uma tonalidade mais clara do que a base".

Mas a pele só fica perfeita com a matização, com pó compacto, e com leves toques, aplique no rosto e espalhe uniformemente. Utilize um pincel de pêlo suave que tenha um toque subtil.

● Sobrancelhas
As sobrancelhas dão forma ao rosto, segundo Juscelino Dutra, "as sobrancelhas devem ser penteadas de baixo para cima. Se for necessária alguma correcção esta deve ser feita com sombra castanha opaca e aplicada com um pincel fino".

● Sombra
Para uma boa aplicação de sombra deve optar-se por tonalidades pasteis para não correr grandes riscos. Uma mais clara e outra mais escura. "Comece a aplicação sempre pelo tom mais claro em toda a pálpebra e junto da sobrancelha para dar luminosidade, de seguida dê profundidade ao olhar com o tom mais escuro aplicado em arco no limite da pálpebra móvel, esbatendo para uniformizar.

Finalize com a aplicação de lápis na base das pestanas (se tiver olhos pequenos é melhor evitar a utilização de lápis na parte interna do olho) e a máscara, esta tem por fim aumentar e dar volume às pestanas, aplique uma boa camada", explica o profissional.

● Blush
O blush tem uma função correctiva e dá ao rosto um ar saudável. De acordo com o maquilhador, existem vários tons que pode escolher, desde os laranjas, os terracotas, os castanhos ou os vermelhos. O blush deve ser aplicado de forma moderada em todo a face e com especial atenção nas maçãs do rosto.

● Lábios
Para terminar, pode realçar os seus lábios. Com um lápis de contorno labial reforce o traço natural dos lábios. Com um pincel bem humedecido de batom faça a aplicação cobrindo o traço. Os lábios finos pedem batons claros, os lábios carnudos pedem tons mais escuros. Em caso de dúvida, utilize um gloss, que hidrata e dá um ar saudável aos lábios.

Saiba mais na próxima página

Cabelos cuidados e livres
As tendências e os looks da estacão, propostos pelos diferentes criadores, são uma boa fonte de inspiração, e respondem à necessidade inata do ser humano de novidade e mudança.

Existem propostas para cabelos de todos os tamanhos, que se pautam por um denominador comum e se definem como um "penteado-despenteado", com naturalidade e elegância, num jogo de contrastes e de contradições.

Para o hairstylist Samuel Rocher, "um bom cabeleireiro, ao prestar um serviço de aconselhamento global, ouve a/o cliente, e aplica as tendências com critério, sempre de acordo com o perfil e a personalidade da/o cliente.

Para além de ajudar a definir o estilo do corte e do penteado, sugerem-se truques e dicas para que a pessoa se possa arranjar sozinha". No Samuel Rocher Atelier de Coiffure este serviço inclui também aconselhamento em automaquilhagem.

Deve-se trabalhar sempre sobre os aspectos positivos do rosto e adequar o corte para os realçar. Quando se opta por esconder alguns detalhes por vezes funciona exactamente ao contrário, fazendo com que a atenção recaia sobre estes.

A qualidade do cuidado, através dos produtos escolhidos, quer dos cabelos quer da pele, determinam os resultados, desde o estilo mais simples ao mais sofisticado.

Quanto à questão de a pessoa se cuidar em casa, a resposta é concordante, até porque Samuel acredita que, "il n'y a pas de gens laids, il n'y a que des gens mal arrangés", ou seja, não há pessoas feias, apenas existem pessoas mal arranjadas.

Refere ainda que muitos dos tratamentos exigem uma manutenção feita pela/o cliente e considera positivo ensinar os cuidados a ter e a dar autonomia à pessoa. Esta atitude vai motivar a que as pessoas se cuidem mais e continuem a frequentar o salão de beleza porque, sozinhas, será impossível recrear em casa o ambiente e os tratamentos que exigem conhecimentos profissionais.

Saiba mais na próxima página

Uma visita a um salão de beleza proporciona momentos de prazer, que reequilibram e fortalecem a auto-estima.

Acordar já maquilhada
A micropigmentação, também conhecida como maquilhagem definitiva, consiste numa técnica semelhante à tatuagem, que deve ser executada por profissionais de estética qualificados e treinados nesta técnica específica.

Mónica Ferreira, DaySpa
Mónica, de Almada, profissional de estética com 23 anos de experiência nesta área, explica que "são necessárias várias sessões para se conseguir um resultado perfeito, sem se cair no exagero, o que pode tornar o resultado artificial e deixar as pessoas descontentes".

A escolha da cor e da qualidade de pigmentos, do equipamento, assim como a técnica de trabalho são alguns dos factores que o profissional terá de considerar seriamente. Por outro lado, o/a cliente antes de se submeter à micropigmentação deve certificar-se da competência do profissional, através da análise de trabalhos anteriores, ou falando com pessoas que estejam satisfeitas, pois o pigmento pode durar cerca de 4 a 5 anos na pele.

Do trabalho de profissionais menos qualificados podem resultar situações de erros. Em alguns casos, é possível a sua correcção. Esta é uma das áreas em que Mónica se especializou já que, infelizmente, têm surgido imensos casos.

A micropigmentação usa-se para:
• Reconstrução e correcção de sobrancelhas
• Contorno e correcção dos lábios
• Contorno de olhos (eye-liner) superior e inferior
• Camuflagem de cicatrizes
• Criar sinais de beleza

Texto: Stela Martins
Fotografia: Lancaster
Agradecimentos: Mónica Ferreira, Day Spa Mónica; Samuel Rocher, Samuel Rocher Atelier de Coiffure

artigo do parceiro:

Comentários