Alopecia no feminino

Devido ao stresse, à alimentação e a alterações hormonais, há cada vez mais mulheres a sofrer de perda de cabelo. É o seu caso? Veja já as respostas a todas as suas dúvidas.

As mulheres também têm queda de cabelo. É o seu caso? Nem pense em resignar-se. A medicina, a cosmética e a cirurgia firmaram uma aliança a seu favor para que não perca nem mais um fio de cabelo para além dos 50/100 que se perdem naturalmente, por dia. A alopecia masculina é socialment e aceite e há mesmo homens que se orgulham da sua careca. A alopecia feminina, no entanto, é um verdadeiro drama para um número cada vez maior de mulheres.

Estima-se que cerca de 25% das mulheres entre os 25 e 65 anos apresentam algum grau de calvície. Se antigamente a maioria dos pacientes eram homens, hoje em dia, o caso mudou de figura e as mulheres também procuram ajuda neste campo. Tire todas as suas dúvidas sobre a alopecia feminina. Estas são as dúvidas mais comuns que chegam aos gabinetes dos especialistas:

- Quando devo ir ao médico?

Sempre que constatar que tem perdido mais cabelo do que o normal, mais do que os 50 a 100 cabelos que perdemos naturalmente ao longo do dia. De acordo com Fátima Garcês, entrevistada enquanto médica de clínica geral no CM2C, Centro Médico de Microtransplante Capilar, em Lisboa, «existem perdas de cabelo facilmente tratáveis como, por exemplo, as provocadas por problemas de tiróide ou deficiência de ferro».

«Por outro lado, existem doenças mais complicadas na base da perda capilar, tais como lúpus, ovários poliquísticos, excesso de androgénios, alopecia areata, trauma, eflúvio telogénico, ação de químicos e por aí fora», refere ainda esta especialista.

- As hormonas têm influência?

Por vezes, são determinantes. Os estrogénios, que são as hormonas femininas, encarregam-se que o folículo fabrique cabelo e as masculinas (ou androgénios) determinam que o crescimento cesse para dar lugar a um cabelo novo. Quando este equilíbrio se perde, surge a alopecia androgénica que, normalmente, atinge os homens mas, também, uma grande parte das mulheres com queda de cabelo.

- Quando é que devo ficar preocupada?

Perder cabelo é normal, assim como perdê-lo mais numas alturas do que noutras. Na verdade, a nossa cabeça perde diariamente entre 50 e 100 cabelos dos 100.000 que a povoam normalmente. Se passar alguns dias a perder mais do que esta quantidade, vá a um especialista o quanto antes.

- Por que perdemos cabelo com a idade?

Quando envelhece, o nosso organismo cria um cabelo de pior qualidade. Mas o ponto de inflexão é a menopausa. Metade das mulheres que passam dos 50 anos vêem-se afectadas de alguma forma pela perda capilar. Isto deve-se à diminuição da produção de estrogénios, que favorece a acção das hormonas masculinas. O resultado é uma alopecia de tipo androgénico.

- Existe algum culpado?

Sim. Chama-se 5 alfa-reductase. Esta enzima transforma a inofensiva testosterona em DHT, a sua forma mais potente e agressiva contra os folículos. Daí ser tão importante, na batalha contra a queda de cabelo, bloquear a ação da 5 alfa-reductase.

Veja na página seguinte: A influência da pílula

Comentários