Esta família não paga impostos porque diz que a terra é de Deus

Na Tasmânia, Austrália, uma família recusa-se a pagar as taxas do concelho há sete anos porque diz que a terra onde vivem pertence a Deus. A desculpa inovadora não está a pegar.
créditos: Pixabay

A família Beerepoot, que vive em Chudleigh, no norte da Tasmânia, recusa-se a pagar as taxas do concelho há mais de sete anos, porque diz que a terra onde vivem pertence a Deus.

Os Beerepoot são proprietários de uma quinta de produção de mel, a Melita Honey Farm, que é também uma atração turística local. Ora segundo as autoridades, a família deve quase onze mil dólares australianos (7800 euros) em impostos imobiliários. Porém, a família recusa-se a pagar esse dinheiro, argumentando que de facto não são donos do terreno, porque se reconhecessem alguém como proprietário estariam a reconhecer "um falso Deus".

Ao todo são três as propriedades cujas taxas não têm sido pagas desde 2010: uma quinta, uma casa e uma pensão. Para solucionar o problema, o governo local votou esta terça-feira a venda de algumas das  propriedades para recuperar parte da dívida dos Beerepoot.

O mayor de Meander Valley, Craig Perkins, admite que seria "uma desilusão" se a autarquia tivesse que, de facto, vender as propriedades dos Beerepoot, mas deixa o aviso: "Eles terão de pagar as suas taxas", escreve o Guardian. Entretanto, o governo local já apreendeu e vendeu um carro que pertencia à família.

"Só Deus pode fazer cobranças"

Os Beerepoot, que são emigrantes com origem holandesa na Tasmânia desde 1990, garantem que não se vão submeter a qualquer exigência que não seja feita por Deus. "Acreditamos que Deus é soberano e que ele reina, assim o adoramos a Ele e a Ele somente, para que a sua vontade seja estabelecida na Terra. E vocês estão-nos a pedir para nos submetermos a um Deus falso, que é algo que não podemos fazer", respondeu a família numa carta citada pelo mesmo jornal.

Estas são as raças de cães mais amigas da família

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários