Rússia multa Google por mostrar anúncios de clínicas de aborto

O governo russo anunciou nesta segunda-feira ter aplicado uma multa de 100 mil rublos (cerca de 1.350 euros) à empresa norte-americana Google por mostrar anúncios de clínicas de aborto no seu motor de busca na Rússia.

Em comunicado, o Serviço Federal lembrou que a legislação russa proíbe qualquer publicidade referente à interrupção voluntária da gravidez, embora a prática do aborto seja legal.

Na nota de imprensa relativa à sua decisão, o órgão disse ter constatado a ocorrência de anúncios de clínicas sob a menção "Aborto no mesmo dia".

Duas clínicas também foram multadas.

O aborto é legal na Rússia desde a época soviética. Porém, há vários anos, o governo de Vladimir Putin toma medidas para tentar restringir a prática e fomentar o aumento da taxa de natalidade.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários