Maus-tratos e negligência tiraram 53 crianças a pais adotivos

Só no ano passado, 19 menores adotados tiveram que voltar a entrar no sistema de acolhimento por terem sido alvo de maus-tratos pelos próprios pais.
créditos: Pixabay

Em 2016, 19 crianças adotadas correram perigo junto da nova família por negligência ou maus-tratos e tiveram de regressar ao sistema de acolhimento. A notícia é avançada hoje pelo Jornal de Notícias.

Segundo o jornal, o mesmo terá acontecido a cinco crianças em fase de pré-adoção, às quais se somaram ainda 29 outras que já tinham saído das famílias adotivas em anos anteriores.

No total, em 2016, foram acolhidas 53 crianças que já tinham sido adotadas ou estavam em fase de pré-adoção, indica o relatório CASA (Caracterização Anual da Situação de Acolhimento das Crianças e Jovens) do Instituto de Segurança Social.

Menor grávida

Esta semana a Polícia Judiciária do Porto (PJ) deteve um pai de 43 anos que tinha adotado com a mulher duas irmãs há cerca de quatro anos. Segundo a PJ, o homem começou a abusar de uma das menores há cerca de dois anos, tendo filmado os abusos.

O caso passou-se em Matosinhos. A criança acabou por engravidar do pai.

O homem foi detido esta semana pela PJ, mas uma juíza de turno que se deslocou ontem ao Tribunal de Matosinhos decidiu devolvê-lo à liberdade, com a proibição de contactar as filhas.

Veja ainda: Maus tratos em crianças e jovens. Como detetar?

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários