Programa que ensina a ter alimentação saudável vai abranger 6 mil alunos em Leiria

A Câmara de Leiria vai assinalar o Dia Mundial da Alimentação, na sexta-feira, com a apresentação do Programa de Educação Alimentar e Vida Saudável, a desenvolver no ano letivo 2015/2016 e que abrangerá mais de 6.000 alunos.
créditos: AFP

Segundo uma nota da autarquia, o programa, que inclui a promoção de dez projetos, abrange 64 jardins-de-infância e 69 escolas do 1.º ciclo do ensino básico, num total de 6.170 alunos.

A vereadora da educação do município de Leiria, Anabela Graça, citada no documento, refere que o Dia Mundial da Alimentação "é importante para relembrar e consciencializar a importância de uma alimentação saudável e equilibrada desde a infância", pois "prevenir problemas de saúde associados a uma má alimentação é a melhor estratégia para uma vida mais saudável".

Nesse sentido, explica que o Programa de Educação Alimentar e Vida Saudável do Município de Leiria "pretende incutir no quotidiano dos alunos a prática de hábitos e comportamentos saudáveis, que permaneçam ao longo da vida".

O plano será realizado pela autarquia em parceria com as direções das escolas e dos agrupamentos e envolverá outras entidades, como a Escola Superior de Saúde do Instituo Politécnico de Leiria, o Agrupamento de Centros de Saúde - AceS Pinhal Litoral, a Rede das Bibliotecas Escolares e empresas.

O Programa de Educação Alimentar e Vida Saudável do Município de Leiria inclui o concurso "Super-Heróis da Alimentação Saudável", a campanha de sensibilização "Super-Heróis do Refeitório", a adesão ao projeto "Heróis da Fruta" (envolve seis escolas e cerca de 400 alunos), a aplicação do programa "Leiria Up - Qualidade de Vida e Sucesso Escolar" e a dinamização do Gabinete de Apoio às Refeições Escolares (GARE), entre outras iniciativas.

"São ainda acolhidos projetos de estágios curriculares de alunos que frequentam cursos superiores em áreas como a Dietética e a Nutrição, que intervêm nas escolas de uma forma lúdico-pedagógica, através da dinamização de atividades interativas para as crianças no domínio da alimentação saudável", adianta a autarquia no comunicado.

O município de Leiria assinala ainda que "tem a preocupação de, a cada ano, promover ações de formação para as assistentes operacionais que trabalham nas cozinhas e refeitórios escolares, no sentido de melhorar o funcionamento das unidades e promover uma cultura de redução do desperdício alimentar".

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários