Portugal é dos países com mais alunos com acesso a computador

Portugal é o país da OCDE onde mais alunos têm acesso a computadores nas escolas, segundo um relatório que aponta casos de estudantes portugueses que passam mais de seis horas por dia na internet. Escolas não rentabilizam os aparelhos.
créditos: JOSE COELHO/LUSA

Em Portugal, 98% dos alunos têm acesso a um computador ou outro equipamento semelhante na escola, segundo o relatório da OCDE - "Students, Computers and Leraning: Mling The Connection" - que analisa o uso e acesso às tecnologias de informação e os resultados escolares obtidos por milhares de alunos de 31 países.

Com um computador para cada 3,7 alunos, os jovens portugueses passam em média 25 minutos por dia na internet, revela o estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Portugal surge assim em primeiro lugar neste ranking que compara a existência de computadores nas escolas mas, nem por isso, os alunos se destacam nos testes quando comparados com outros países com menos oferta.

Nas provas realizadas pela OCDE a matemática, os resultados foram acima do expectável, mas na leitura digital, os portugueses tiveram piores notas do que seria de esperar, segundo uma análise ao Programme for International Student Assessment ( PISA 2012), que avaliou alunos de todo o mundo.

Escolas não rentabilizam computadores

Ao comparar os resultados nos testes de leitura, matemática e ciências e o acesso e utilização das tecnologias de informação, o relatório conclui que as escolas e professores ainda não estão a rentabilizar suficientemente estas tecnologias.

Em 2012, 96% dos alunos da OCDE tinham um computador em casa, mas apenas 74% diziam usar os da escola.

Comentários