Pais são a favor do ensino da segurança rodoviária nas escolas

Segundo novos dados obtidos na sequência de um estudo realizado pela Goodyear para a Europa, Médio Oriente e Africa (EMEA), 84% dos pais apoiam esta proposta

De uma maneira geral, os pais em toda a Europa concordam que os princípios fundamentais da segurança rodoviária devem ser ensinados nas escolas numa idade precoce. Segundo novos dados obtidos na sequência de um estudo realizado pela Goodyear para a Europa, Médio Oriente e Africa (EMEA), 84% dos pais apoiam esta proposta.

Muitos dos pais (62%) que responderam ao inquérito consideram que atualmente as escolas não fornecem educação suficiente sobre segurança rodoviária. Dos instrutores que responderam ao inquérito da Goodyear no ano passado, 42% concordam igualmente que o ensino da segurança rodoviária deveria ser um requisito para as escolas. Isto pode até ser ainda mais importante à medida que as crianças crescem.

Na Eslovénia, os números são ainda mais elevados do que a média europeia, e 90% dos pais considera que os princípios da segurança rodoviária deveriam ser ensinados nas escolas desde uma idade precoce, e 66% considera que atualmente as escolas não fornecem educação suficiente acerca da segurança rodoviária.

Fora da União Europeia (UE), os pais russos exigem o mesmo nível de apoio que a média europeia (84%). Na Turquia e África do Sul, este valor é superior, 93% e 92%, respetivamente.

O inquérito realizado pela Goodyear encontram-se na nova edição do seu relatório "Driving Safety First - improving road safety for novice drivers" (Condução segura como prioridade - Melhoria da segurança rodoviária para condutores inexperientes). Esta nova edição baseia-se num inquérito abrangente realizado pela Goodyear junto de 6.805 pais de novos condutores (na faixa etária dos 16-25) de 19 países dentro e fora da Europa. Este inquérito teve por objetivo compreender melhor as atitudes dos pais em relação à segurança rodoviária, tanto no que diz respeito no estabelecimento de exemplo como condutores, bem como no modo como apoiam os filhos que estão a aprender a conduzir.

Comentários