"Pai, ensinas-me a poupar?" Novo livro ensina aos mais pequenos a arte da poupança

"Pai, porque é que o dinheiro se chama dinheiro?" Uma pergunta inesperada, de filha para pai, que abre portas ao mundo de Paulo Jorge Silveira Ferreira e Sílvia Alambert, autores de um livro que ensina os mais novos a poupar.

Era uma vez um pai preocupado, que queria ensinar conceitos de educação financeira à sua filha mais nova e que deu origem a um livro que chegou às livrarias de todo o país e ao planeta da editora Rei dos Livros.

Paulo Ferreira acredita que "se ensinarmos as crianças a poupar, teremos um mundo verdadeiramente diferente"

"Muitas das decisões que vão ter de fazer, partem de noções tão importantes como o desperdício ou a poupança, que podem ser descomplicadas", acrescenta.

"Não se iniba de falar com os seus filhos sobre estes assuntos. Seja um exemplo para ele", adverte o autor.

Este professor e pai dá-lhe uma nova forma de transmitir ao seu filho o porquê de sair de casa todos os dias para trabalhar.

Para tornar tudo mais divertido, o livro conta com uma aplicação: "Primeira Poupança", feita para acompanhar e incentivar a leitura, com a conquista de “moedas” virtuais que podem ser usadas para comprar uma lista de desejos, tal como no mundo real.

No livro, o autor conversa com a sua filha, aluna na escola primária, a quem responde a algumas questões: o que é o dinheiro, para que serve, receitas e despesas, orçamento, direitos, deveres do consumidor.

Paulo Ferreira convida todas as gerações a aprender, voando além-fronteiras, por via da co-autora do projeto, Silvia Alambert, educadora financeira no Brasil.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários