Número de cesarianas está a baixar em Portugal

A taxa de cesarianas está em queda, mas continua, ainda assim, acima da média europeia.

O número de partos por cesariana caiu para níveis de há 13 anos. Em 2014, a taxa baixou para 28%, quando no ano anterior estava nos 31%.

Ainda assim, o número de partos por cesariana representa 33% do total de partos, um número acima da média europeia, devido aos hospitais privados. De acordo com os últimos dados deste setor, referentes a 2012, a taxa de cesarianas rondava os 67%.

Estes hospitais realizam 13% a 14% do total de partos do país.

A Comissão Nacional para a Redução da Taxa de Cesarianas, criada há dois anos, apresenta, esta segunda-feira, os dados disponíveis sobre partos em relação ao ano passado. O presidente da Comissão Nacional para a Redução da Taxa de Cesarianas, Diogo Ayres de Campos, considera que a descida verificada no número de cesarianas nos últimos anos é positiva.

Entre os hospitais públicos, já nenhum ultrapassa os 40%.

A cesariana tem riscos: a hemorragia é maior, assim como o risco infeção no pós-operatório. Por outro lado, os bebés têm cerca de sete vezes mais complicações respiratórias quando nascem através de uma cesariana.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários