Neurologista defende que a homossexualidade é definida na gravidez

Dick Frans Swaab faz várias afirmações polémicas no seu mais recente livro, entre elas que a homossexualidade está associada a uma mudança na composição hormonal.

"We are our Brains" (Nós somos os nossos cérebros) é o título da mais recente obra do neurologista holandês Dick Frans Swaab, que está a levantar algumas polémicas, nomeadamente devido à associação que faz entre a homossexualidade e problemas de saúde.

De acordo com este especialista, o stress durante a gravidez aumenta as hipóteses de um bebé se tornar homossexual: "As grávidas que sofrem de stress têm mais hipóteses de terem bebés homossexuais, uma vez que os níveis de cortisol (hormona do stress) afeta a produção das hormonas sexuais fetais." - defende. Além disso, Dick Frans Swaab acredita que fumar ou consumir drogas durante a gestação influencia a orientação sexual do feto.


O livro contém ainda outras declarações polémicas, como, por exemplo, a de que os partos difíceis resultam da predisposição dos recém-nascidos para transtornos mentais, como a esquizofrenia, autismo ou anorexia, ou a de que as crianças bilingues têm menos probabilidades de vir a ter Alzheimer.

artigo do parceiro:

Comentários