Música a partir dos 3 anos

Jardim Artístico promove a formação integral da criança através da música.

Acaba de nascer o Jardim Artístico do Conservatório de Lisboa, um jardim-de-infância que oferece às crianças e aos pais uma educação assente no conceito, internacionalmente estudado e comprovado, de que o ensino artístico influencia positivamente o desenvolvimento pessoal e social, emotivo, cognitivo, motor e sensorial. O espaço situa-se na freguesia histórica de Carnide.

 

No Jardim Artístico, as crianças, entre os três e os cinco anos, vivem diariamente a experiência do belo através da sua participação em atividades artísticas e da vivência diária num universo dedicado às artes, em complemento das orientações curriculares oficiais. As atividades regulares incluem música, aulas de orquestra e instrumento, expressão dramática e dança.

 

«Acreditamos que através do conhecimento das artes – as artes plásticas, a literatura, a música, a dança e a expressão dramática – e sempre com um relacionamento de total confiança com as educadoras e num ambiente disciplinado mas descontraído, a criança desenvolve as suas capacidades cognitivas e emotivas, enriquece o seu mundo e abre horizontes na construção da sua personalidade», diz Catarina Anacleto, diretora pedagógica do Jardim Artístico.

 

São vários os estudos internacionais que apontam as vantagens da aprendizagem das artes performativas, nomeadamente no que toca aos resultados escolares. Por exemplo, um estudo do American Council for the Arts (1995) refere que «as crianças que aprenderam formalmente a tocar um instrumento musical ou tiveram aulas de dança ou de expressão dramática durante, pelo menos, quatro anos apresentaram resultados, em média, duas vezes superiores em testes de matemática e três vezes superiores em testes verbais, relativamente a crianças sem estudos artísticos.»

 

A importância da música

«Mais do que uma arte, a música é uma linguagem emocional, é comunicação, é imaginação», acredita Catarina Anacleto. «A música é capaz de criar emoções e de proporcionar experiências que nos tocam profundamente sejam elas enriquecedoras ou angustiantes. O som influencia o nosso bem - estar, tem a capacidade de nos aproximar ou afastar dos outros, de nos ensinar a esperança e a perseverança, a paciência e a disciplina, a generosidade e a partilha. A música, porque é uma disciplina que trabalha o som e com as formas de o representar, desenvolve o ouvir, a mente e o pensar».

 

Para as crianças, a música é um prazer e é conhecido que estimula o vocabulário e o imaginário. Contribui também para uma maior capacidade de escuta, de compreensão do mundo, delas próprias e dos outros que partilham o seu espaço. Ir ao seu encontro através do canto e da experimentação de instrumentos e jogos musicais é enriquecer a sua memória auditiva, a coordenação e criatividade.

 

Comentários