Incentivos à natalidade em Vimioso fazem disparar nascimentos

Numa altura em que surgem notícias preocupantes sobre a queda acentuada da natalidade em Portugal, eis que este ano nasceram no Vimioso 40 bebés; quase o dobro do registado por este concelho na última década.

Até há bem pouco tempo, Vimioso - o concelho mais desertificado do país - era desconhecido de muitos. Situado no distrito de Bragança, Vimioso tem dado que falar nos últimos dias e o motivo em nada tem a ver com a sua dimensão. Este concelho anda a ser protagonista das notícias de vários meios, por ter registado este ano um verdadeiro "boom" demográfico. Vimioso viu nascer na sua terra 40 bebés, o que significa o dobro dos nascimentos registados no concelho na última década.
Este "fenómeno" tem uma explicação simples e, aparentemente, eficaz. Numa iniciativa inédita em Portugal, a Câmara de Vimioso resolveu premiar financeiramente quem tiver um filho no concelho. Em 2002, quando estes incentivos começaram, o valor oferecido era de 500 euros, mas agora já se situa nos 1.000 euros. Desde que as medidas de incentivo arrancaram, já se registaram cerca de 300 nascimentos.
Jorge Fidalgo, presidente da Câmara de Vimioso, diz ter noção que ainda há um longo caminho a percorrer para combater o envelhecimento e despovoamento local, mas defende que Vimioso tem todas as condições para receber casais jovens. Contudo, alerta que cabe ao Governo "encontrar fórmulas para fixar casais e apoiar a natalidade em concelhos do interior".

Comentários