«Fast food» publicita brinquedos e não comida

Os restaurantes de comida rápida estão a chegar às crianças pela promoção de brinquedos e associações a filmes de animação.

Um novo estudo publicado na revista PLoS ONE descobriu que a publicidade a restaurantes de comida rápida dirigida a crianças está a promover brinquedos e cultura pop mais do que a própria comida, o que poderá contribuir para a epidemia da obesidade infantil.

 

Investigadores da Escola de Medicina Geisel da Universidade de Dartmouth constatou que quase 70 por cento dos anúncios de fast food para crianças promoveu brindes ou um filme de animação, em comparação com um por cento deste tipo de anúncios dirigidos a adultos.

 

«Tendo em conta as preocupações de saúde com a obesidade e a sua relação com o consumo de fast food, o reforço da supervisão do mercado de comida rápida para crianças é necessária para alinhar a publicidade para crianças com os esforços de promoção da saúde e princípios existentes do marketing honesto e justo para crianças», escreve a equipa liderada por James Sargent.

 

Os investigadores também observaram que, enquanto alguns alimentos em refeições para crianças podem ser considerados saudáveis, o alimento em si não era realmente mostrado nos anúncios, enquanto anúncios dirigidos a adultos mostravam a comida.

 

Maria João Pratt

artigo do parceiro:

Comentários