Lactation Cookies: A nova tendência para aumentar a produção de leite materno

As Lactation Cookies (bolachas de aleitamento, em tradução livre) ajudam a aumentar a produção de leite materno. Existem dezenas de receitas na internet. Mas, afinal, estas bolachas resultam e quais os ingredientes que devem realmente ser usados na sua confeção?

A amamentação é uma das maiores preocupações das futuras mães. Será que vou conseguir dar de mamar? Será que vou ter leite suficiente? Estas são, com certeza, algumas questões que qualquer mãe levanta antes do nascimento do bebé. De acordo com um estudo pediátrico, 92% das mães têm estas preocupações.

Segundo o site Health.com, estas bolachas, aparentemente milagrosas, já existem há vários anos. Mas no último ano, a procura pelas Lactation Cookies aumentou 41% e são uma das receitas mais procuradas nas redes sociais, nomeadamente no Pinterest. As receitas que encontra na internet são feitas à base de quatro ingredientes (conhecidos por ajudarem no aumento da produção de leite materno), tais como: aveia, feno grego, farinha de linhaça e levedura de cerveja (suplemento alimentar).

Stephanie Middleberg, fundadora da Middleberg Nutrition, em Nova Iorque, afirma a respeito destas bolachas: "Quando usadas em conjunto com outros métodos, como uma boa hidratação e alimentação equilibrada e saudável, podem resultar".

Mas, afinal, como funcionam as Lactation Cookies?
O segredo está nos ingredientes. Por exemplo, a aveia. "Ela contém uma alta concentração de saponinas, um composto imunoestimulante que pode ajudar a aumentar os níveis de prolactina, a hormona fundamental para a produção de leite", afirma Stephanie Middleberg. A aveia é embalada em conjunto com proteínas, vitaminas e minerais, tornando-a numa escolha saudável.

As sementes do feno grego, outro dos ingredientes usado nestas receitas, são ricas num composto que ajuda o corpo a equilibrar os níveis de estrogénio, que por sua vez ajuda a regular os níveis de prolactina para a produção ideal de leite. O feno grego tem ainda outra particularidade, "melhora a transpiração desencadeando o reflexo do corpo para a libertação de leite materno", acrescenta Stephanie Middleberg ao Health.com.

A farinha de linhaça contém duas gorduras saudáveis, como o omega 3 e omega 6. A concentração destes dois na alimentação da grávida, e depois no período de amamentação, são também essenciais para o desenvolvimento do sistema imunológico do bebé.

Por fim, a levedura de cerveja. Tem um alto valor biológico e é rico em aminoácidos essenciais e vitaminas do complexo B. Por ser muito nutritiva, é um bom suplemento alimentar.

No Pinterest encontra centenas de receitas.

No entanto, nunca é demais alertar que deve consultar sempre o seu médico antes de adicionar qualquer tipo de ingrediente ou suplemento à sua alimentação, principalmente quando está a amamentar.

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários