O cancro explicado às crianças

Este texto é dirigido às crianças que sofrem de cancro pediátrico, onde se pretende explicar a doença numa linguagem mais simples e acessível

O Cancro Pediátrico
Os teus pais e os médicos disseram que estás com cancro e tu não sabes o que isso quer dizer… Não te preocupes, vamos ajudar-te a compreender tudo e assim poderás saber o que está a acontecer contigo.

Cancro foi a palavra que os adultos escolheram para chamar à doença provocada pelas mudanças que acontecem dentro das tuas células boas, tornando-as doentes. Mas o que provoca essas mudanças? Por que razão as células boas que formam o teu corpo de repente se tornam doentes?

Descansa que os teus pais e os médicos vão ajudar-te a ficar bom e a acabar com todas as células doentes. Tens de ter força para lutar e resistir! Vais precisar de ir muitas vezes ao hospital, mas é por uma boa causa e para ficares bom depressa!

O que vou sentir
Como já te explicámos, o cancro é uma doença provocada por células doentes que conseguem crescer e formar mais células doentes de forma muito rápida e que vão afectar as células boas do teu corpo.

Quando as células cancerígenas entram em acção e se espalham dentro de ti, poderás sentir-te fraco e mal disposto e, por vezes, sentir muitas dores. Provavelmente não terás muita vontade para sorrisos, brincadeiras e boa disposição.

Há células doentes que vão infectar as células boas da tua cabeça ou do teu sangue, que é o líquido vermelho que tens dentro de ti, já o viste, não já? Quando fazes uma ferida ele aparece logo!

Estas células podem ainda fazer com que sintas dores na cabeça, nas pernas e nos braços. Elas também deixam o teu corpo mais fraquinho. Podes ter dificuldade em comer, andar e correr e, às vezes, nem vais ter vontade de ir brincar com os teus amigos. Que chatice!

Mas não tenhas medo! Sempre que sentires alguma dor em qualquer parte do corpo ou se te sentires fraco, muito cansado quando corres, e sem vontade de brincar como sempre fazias, avisa os teus pais. Eles vão levar-te ao hospital para o médico te ver.

Conteúdo retirado do portal PIPOP (www.pipop.info), um projecto da Fundação Rui Osório de Castro (www.froc.pt)

artigo do parceiro:

Comentários